Solução Educacional: o que é preciso para chegar lá?

Muitas ainda definem as estratégias de suas capacitações sem uma base sólida para a tomada de decisão

Apesar de diversas empresas terem evoluído e amadurecido seu processo de LNT, muitas ainda definem as estratégias de suas capacitações sem uma base sólida para a tomada de decisão. Geralmente o formato é definido de acordo com a urgência, "modinha" do momento ou até mesmo gosto pessoal de quem demanda. No entanto, para chegar à melhor decisão e fazer um investimento assertivo é preciso levar em consideração uma série de informações. Confira algumas delas!

Você já usou um serviço de mapas online para criar um conjunto de instruções de como chegar em um determinado local? Quando você digita o ponto de partida e o destino, o serviço oferece o passo-a-passo que irá guiá-lo ao seu objetivo. Treinamento não é diferente, você precisa de um roteiro e direções.

  • As necessidades dos alunos fornecem a localização inicial do seu projeto;
  • Os objetivos/metas da empresa e/ou do curso fornecem o destino;
  • A análise contextual fornece as instruções passo-a-passo que levam os alunos do início ao fim.


Análise Contextual
Uma análise bem-feita nos possibilita identificar as necessidades e problemas de aprendizagem, levando em consideração o público e também as restrições técnicas, administrativas e culturais.

Contexto (cenário atual) – Como, onde e quando? 
Qual é o problema que gera a necessidade de treinamento? Quais as metas da empresa que estão relacionadas ao problema? O que se espera alcançar ou resolver com essa ação? Ações anteriores versus Resultados. Como será o acesso ao conteúdo? Quais são as limitações e características de infraestrutura (ex.: velocidade da internet, dispositivo de acesso)?

Público-alvo – Interno/Externo? Idioma.
Características como localização, rotina de trabalho, cargos e funções, faixa etária, escolaridade, sexo, nível de conhecimento sobre o assunto, nível de familiaridade com tecnologia e motivação devem ser levadas em consideração.

Objetivos de aprendizagem – O que deve ser aprendido pelo público?
Quais são as competências que precisam ser desenvolvidas?

Conteúdo – Qual é o tipo de conteúdo a ser ensinado?
Conceitual, Comportamental, Procedimental ou Sistêmico? Existe um prazo para o projeto? Qual é a expectativa de duração da solução?


Todas essas informações, se mapeadas adequadamente, direcionarão para o planejamento de uma Solução Educacional eficaz. 


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading